Sequestraram meu WhatsApp: e agora?

posted in: Dicas de Segurança | 0

Se antigamente os crimes de sequestro se aplicavam somente às pessoas, hoje em dia este tipo de delito vai além. Isso porque, está cada vez mais comum encontrar pessoas que tiveram suas contas de WhatsApp clonadas. Em um mundo cada vez mais conectado, não é preciso dizer os transtornos que isso pode causar!

Golpes envolvendo o app estão se popularizando. Invasores se passam por conhecidos através do aplicativo para solicitar dinheiro. Afinal, muitas pessoas jamais negariam ajuda financeira a um amigo ou familiar. 

Se perguntando como como evitar o golpe? Ou então como recuperar o acesso à sua conta de WhatsApp? A TOOR te dá algumas dicas para contornar essa situação!

Sequestro de WhatsApp: por que fui vítima?

Caso você se questione como, em um mar de gente, você foi escolhido, temos uma ideia… Geralmente pessoas mal intencionadas sequestram números “fáceis”. Este tipo de golpista costuma procura por números em anúncios de lojas online, fóruns e redes sociais.

Desta maneira eles possuem não somente seu número de telefone. Mas todas as informações disponibilizadas no perfil. Isso pode incluir nome completo, idade e algumas vezes até mesmo endereço. Por isso, como já mencionamos no post sobre a LGPD, é sempre ficar atento ao compartilhamento de dados. Não interessa quão irrelevantes pareçam ser.

Sequestro de WhatsApp: dificultando o golpe

Para evitar este tipo de inconveniente , há algumas medidas que podem ser tomadas. A mais básica,  é a   autenticação dupla. Trata-se de uma checagem dupla via o envio de um código, geralmente um SMS. Essa senha deve ser validada quando uma conta é aberta em um dispositivo diferente. Assim, fica bem mais difícil a clonagem. Outra coisa que nunca deve ser feita é o repasse deste código de confirmação para outras pessoas.

Sequestro de WhatsApp: como recuperar minha conta?

  1. O primeiro passo é informar sua operadora. Após isso, será criado um protocolo de atendimento comprovando que sua linha foi clonada. Isso já te evitará muitos problemas! Lembrando que  seu chip ficará temporariamente  sem serviço.
  2. Feito isso, avise amigos e conhecidos. Quanto antes melhor! Os golpistas costumam usar a ordem da lista de últimas conversas. Assim, eles identificam as vítimas mais suscetíveis.
  3. Se possível, peça para um de seus amigos ou familiares manter contato com o bandido. Desta maneira, ele ficará ocupando pensando que alguém caiu no golpe.
  4. Atente-se ao fato de não encaminhar nenhum alerta em grupos. O golpista também receberá!  Aí sim ele irá tentar enganar o maior número de contatos.
  5. Envie um e-mail para support@whatsapp.com. O assunto deve ser “Número perdido/roubado”. Já o corpo do e-mail deve conter o seguinte: “Perdido/Roubado: Por favor, desative minha conta. O número é  +55 XX 9XXXX-XXXX”.
  6.  A conta do WhatsApp será desativada por trinta dias para que seja possível reativá-la. Depois do prazo ela será apagada definitivamente.    

Tomando os cuidados necessários, fica mais difícil ter seu número clonado. Mas, caso precise de ajuda, lembre-se de contatar a TOOR – Monitoramento e segurança de dados!