Acesso remoto seguro: como fazer?

posted in: Dicas de Segurança | 0

Agilidade e praticidade são palavras de ordem em nossa sociedade cada vez mais hiperconectada. Sendo assim, é natural que pessoas procurem maneiras mais rápidas e versáteis para realizar suas tarefas cotidianas. 

Entre as soluções tecnológicas  procuradas para facilitar a vida de profissionais e estudantes, surgiu a possibilidade do acesso remoto. Ele permite, através de softwares instalados em seu computador, que você tenha acesso aos arquivos da empresa, mesmo sem estar nela. Desta maneira é possível usar um smartphone ou tablet para acessar aplicativos e arquivos do trabalho com segurança.

Assim você consegue abrir o arquivo que precisa acessar e editar, salvar alterações, enviar e receber e-mais, entre diversas outras funcionalidades.Ou seja, graças ao acesso remoto não interessa quantos quilômetros de distância separem seu PC e você. Ainda assim será possível acessar seus todos os arquivos.

Porém, como nem tudo é perfeito, o acesso remoto exige alguns cuidados para ser realizado de maneira segura. É preciso ter em mente que um ransomware pode se aproveitar do Terminal Server com a porta aberta para Internet. Isso com certeza traria prejuízos e dor de cabeça. Mas, pode ficar tranquilo que a TOOR – monitoramento e segurança de dados dá dicas para fazer tudo da maneira mais segura possível e evitar este tipo de imprevisto!

 

Acesso remoto com segurança: VPN

A primeira dica é, sempre que possível, dar preferência para o acesso remoto através de uma VPN (Rede Virtual Privada). Isso porque, todas as conexões através da VPN são criptografadas, o que já traz muito mais segurança. Outro ponto positivo em priorizar o acesso remoto via VPN é o fato de a porta do T.S não precisa ficar aberta para “o mundo”.

 

Acesso remoto com segurança: IP

Outra medida apropriada, se o IP de origem do acesso remoto for fixo, é liberar apenas este IP. Este é o caso, quando por exemplo, o acesso é feito por uma filial com IP fixo ou pela empresa de contabilidade. É muito comum empresas utilizarem o IP fixo.

 

Acesso remoto com segurança: autenticação de dois fatores

Criar uma autenticação em dois fatores também é uma sugestão válida. Para isso, o IP remoto deve ser liberado para conectar-se apenas ao Terminal Server de endereços confiáveis. Essa ação pode ser realizada através da autenticação do usuário antes de liberar o IP utilizado. Um dos pontos fortes dessa opção é o fato de muitos roteadores serem capazes de fazer esta autenticação. Ou, ainda é possível que um firewall seja utilizado para realizar autenticação. 

 

Acesso remoto com segurança: porta 3389

Esta não é a opção ideal, porém caso não for possível realizar uma das três ações anteriores, alterar a porta 3389 é uma alternativa. Digamos que alterar a porta 3389 não é a melhor opção, mas sim a menos pior.

Com essas dicas você tem uma noção básica de como realizar o acesso remoto de maneira segura. Mas, caso ainda tenha dúvidas ou dificuldades basta entrar em contato com a TOOR. Nossos especialistas estão prontos para prestar todo o auxílio necessário para manter você e sua empresa 100% seguros no ambiente online.